, ,

Laminado plano em PRFV assegura superfícies muito mais higiênicas e resistentes

Para se obter um revestimento durável e resistente, que não mofa, não apodrece e nem corrói, a melhor opção é o laminado plano em PRFV (plástico reforçado com fibra de vidro), com superfície selada. O produto é especialmente desenvolvido e recomendado para ambientes que necessitam de higiene, esterilização ou desinfecção.

A solução recebe proteção antimicrobiana, inibindo por toda a vida útil do produto o crescimento de bactérias e fungos, além de manter as superfícies com aparência de novas por mais tempo. Outro fator que garante a durabilidade e eficiência do laminado de PRFV é a aplicação da resina e del coat. Isso facilita de forma significativa a limpeza, com resistência contra manchas e abrasão.

Tech Composites comercializa produtos de grande resistência contra corrosão e fazem parte da sua linha de produtos: grade de piso em fibra de vidro, guarda-corpo em PRFV, parapeito em fibra de vidro, escada-marinheiro em fibra, escadas inclinadas, escadas para acesso, passarelas em fibra (PRFV), leito em fibra de vidro, eletrocalhas em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, Shelters ou abrigos para subestações elétricas, perfis em Fibra de Vidro e projetos conforme especificações do cliente.

04 curitiba

, ,

Agronômica recebe reservatório com capacidade de 150 mil litros

Está sendo instalado pela CASAN no município de Agronômica, no Alto Vale, um reservatório com capacidade para 150 mil litros de água. O tanque fabricado em Plástico Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV) vai beneficiar aproximadamente mil moradores da área central da cidade.

O tanque é o primeiro de grande capacidade em PRFV instalado pela CASAN no Estado. A estrutura possui 3,80 metros de diâmetro e 14,18 de altura, contando com Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA), escadas e uma plataforma de acesso.

“Um dos diferencias desse tipo de reservatório é a facilidade na instalação em pequenos terrenos e na manutenção. Outra vantagem é a possibilidade de transferir a unidade para outro local sem grandes dificuldades”, explica o engenheiro  sanitarista Rangel Barbosa, da Gerência Operacional da  Superintendência Regional de Negócios Norte/Vale do Rio Itajaí ( SRN). O  investimento é de R$ 149.240,96.

Fonte: Site CASAN, 02/02/2017.

A Tech Composites comercializa produtos de grande resistência contra corrosão e fazem parte da sua linha de produtos: grade de piso em fibra de vidro, guarda-corpo em PRFV, parapeito em fibra de vidro, escada-marinheiro em fibra, escadas inclinadas, escadas para acesso, passarelas em fibra (PRFV), leito em fibra de vidro, eletrocalhas em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, Shelters ou abrigos para subestações elétricas, perfis em Fibra de Vidro e projetos conforme especificações do cliente.

Projeto1

www.techcomposites.com.br

, , , , ,

Tech Composites instala guarda-corpos em empresa de papel e celulose

Durante o mês de Outubro a Tech Composites realizou a remoção dos guarda-corpos existentes em aço (que não suportam a corrosão do ambiente) e foi realizada a instalação de guarda-corpos em PRFV (Fibra de Vidro) em uma empresa multinacional de papel e celulose no interior de São Paulo. Os guarda-corpos instalados atendem a norma NR-12, onde se trata de segurança no trabalho em máquinas e equipamentos, definida pelo Ministério do Trabalho e emprego.

 

Durante o processo de fabricação de celulose, mais especificamente na etapa de branqueamento é utilizado produtos químicos para deixar a celulose (inicialmente com coloração marrom) descolorida. Os agentes químicos atuam na estrutura molecular da lignina, descolorindo a polpa. Os vapores destes gases são corrosivos e agressivos ao aço e, como a fibra de vidro (PRFV) é totalmente imune a corrosão este material é utilizado em indústrias de papel e celulose. Outros ambientes que existem a corrosão e o material em Plástico Reforçado com Fibra de Vidro pode ser usado são em Estações de Tratamento de Água (ETA), de esgoto e/ou efluentes (ETE), indústrias de fertilizantes, indústria química/petroquímica, óleo e gás, mineração, alimentícia, dentre outros.

 

A Tech Composites comercializa produtos de grande resistência contra corrosão e fazem parte da sua linha de produtos: grade de piso em fibra de vidro, guarda-corpo em PRFV, parapeito em fibra de vidro, escada-marinheiro em fibra, escadas inclinadas, escadas para acessopassarelas em fibra (PRFV), leito em fibra de vidro, eletrocalhas em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, Shelters ou abrigos para subestações elétricas, perfis em Fibra de Vidro e projetos conforme especificações do cliente.

 

escada-site

Clique e conheça nossos catálogos e  portfólio!

,

Processo de pultrusão em PRFV

Quem observa uma peça em plástico reforçado com fibra de vidro (PRFV) não imagina a complexidade e conhecimento técnico necessário para a confecção das peças. O processo de fabricação das barras em PRFV (Fibra de Vidro) é realizado através de uma máquina chamada de Pultrusora, onde o nome do equipamento vem do verbo inglês “to pull” (puxar) pois é fazendo uso de tracionadores a peça é puxada através do molde pré-definido em que as vigas e perfis são produzidos.

O processo tem início através das matérias primas Roving e Manta que são inseridas em uma forma pré definida. O Roving (que é formado basicamente por fios de fibra de vidro) são imersos em uma solução de resina especial para ataques químicos e pigmentação, onde neste momento é definida a resina e coloração das peças. Todos os itens são aquecidos através da máquina e os materiais se fundem, gerando um material sólido e apto a ambientes quimicamente agressivos. Os materiais produzidos não conduzem eletricidade e são totalmente imunes a corrosão.

Através da produção de diferentes peças a Tech Composites produzem grades de piso pultrudada e injetada, guarda-corpo em fibra de vidro, tampas em PRFV, escadas inclinadas, escadarias de acesso, escada tipo marinheiro, leitos, eletrocalhas e acessórios, chapas planas, vigas estruturais, grades de proteção para correia transportadora, proteções que atendem a NR-12, dentre outros.

O desperdício de dinheiro no Brasil com estações de tratamento de esgoto em aço carbono

Um dos maiores ralos dos poucos recursos investidos pelo Brasil no setor de saneamento está no emprego de soluções tecnológicas frequentemente inadequadas ou incorretas. Um exemplo claro desse desperdício está no uso do aço carbono em sistemas de esgotamento sanitário (ETE).

A fragilidade do aço carbono frente ao esgoto sanitário decorre da presença basicamente de compostos de enxofre, onde através de algumas reações químicas é criado o sulfeto de hidrogênio e, depois deste, o ácido sulfúrico, que vem a ser um ácido forte altamente corrosivo. O aço carbono mesmo protegido por um tratamento de superfície em epóxi não resiste aos seus efeitos. Por isso o aço sempre foi evitado nas soluções de esgotamento sanitário em todo o mundo – menos no Brasil.

O país possui um número alto de estações de tratamento completamente corroídas, muitas das quais não podem nem mesmo ser recuperadas. Os custos de uma reforma de uma ETE giram em torno de 40% do valor de implantação da estação, que geralmente tem uma vida útil de 20 anos. Considerando essa vida útil recomendada pelas normas brasileiras, isso significa que uma estação deverá ser reformada pelo menos três vezes ao longo do seu período médio de funcionamento.

Para contornar todo este ambiente de alta agressividade existe no mercado a fibra de vidro, também conhecida como PRFV. Este material possui como características a alta resistência a corrosão devido a não ser um material metálico, possui uma elevada resistência mecânica, não conduz eletricidade, rápida e fácil instalação e baixíssimo custo de manutenção. Devido ao baixo peso específico, o frete deste produto acaba sendo muito inferior quando comparado a materiais metálicos.

A Tech Composites desenvolve produtos para estações de tratamento de água e esgoto como: removedores de lodo em fibra de vidro, guarda-corpo em PRFV, grades de piso injetada em fibra de vidro, grade de piso pultrudada em PRFV, tampas para saneamento, escada-marinheiro em fibra de vidro, escadarias pultrudadas, passarelas em material pultrudado, ptroteção para correia transportadora NR-12, leitos em fibra de vidro e eletrocalha em PRFV.

 

Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/o-desperd%C3%ADcio-de-dinheiro-brasil-com-esta%C3%A7%C3%B5es-esgoto-em-franci

De Ricardo Franci

,

Sanepar investe R$ 52 mi em Ponta Grossa e nos campos gerais

A Sanepar (Companhia de abastecimento de água do Paraná) investiu R$ 52 milhões de reais em Ponta Grossa e em mais 9 municípios próximos. Somente em Ponta Grossa, quase 9 milhões estão sendo aplicados na ampliação do sistema de distribuição de água em Uvaranas, um bairro da cidade. Além da água potável, está sendo ampliado o sistema de tratamento de esgoto da cidade em pelo menos quatro estações.

Ponta Grossa PR

Ponta Grossa – PR

Estas estações trabalham com materiais corrosivos, como o cloro por exemplo, que tem função de eliminar bactérias presentes na água. Diante destes cenários a Tech Composites trabalha com soluções contra a corrosão, fornecendo produtos com padrão de qualidade internacional. Com materiais leves e resistentes em PRFV (fibra de vidro) comercializamos produtos como: grade de piso em PRFVguarda-corpo em PRFVescada-marinheiro pultrudada em fibra, escadas inclinadasescada para acessopatamares de descanso, passarelas em fibraleito em fibra de vidro, eletrocalhas em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, abrigos para subestações elétricas, perfis em Fibra de Vidro e projetos especiais.

, ,

Campinas-SP: Cidade 100% limpa

Recentemente foi assinado o contrato junto a SANASA Campinas para as obras da ETE Boa Vista. Esta obra vai atender 16 bairros, 20 núcleos residenciais, 10 indústrias e beneficiar mais de 78 mil habitantes. Com ela, Campinas atingirá a meta de universalização do saneamento básico, que consiste na capacidade instalada, até este ano, de 100% de tratamento de esgoto.

campinas-sp

A contratação  prevê o fornecimento de sistema de ultrafiltração por membranas submersas, com capacidade de tratamento de 180 litros  por segundo, incluindo a execução de obras e operação assistida da ETE Boa Vista e execução da travessia de interceptor de esgoto nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes.

Durante os últimos anos, a Tech Composites forneceu toneladas de material em PRFV (Plástico Reforçado com Fibra de Vidro) as estações de água e esgoto da Sanasa. O material vem amplamente sendo substituído pelo aço, pois a fibra de vidro não enferruja, não corrói, não é condutor elétrico, é de fácil instalação e a durabilidade do material é superior a do aço.

Tech Composites comercializa produtos de grande resistência contra corrosão e fazem parte da sua linha de produtos:grade de piso em fibra de vidroguarda-corpo em PRFVescada-marinheiro pultrudada em fibra, escadas inclinadas,escadaria para acesso, passarelas em fibraleito em fibra de vidro, eletrocalhas em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, abrigos para subestações elétricas, perfis em Fibra de Vidro e projetos conforme especificações do cliente.

 

,

Guarda-corpo em Fibra de Vidro

A Tech Composites produz guarda-corpo em PRFV (fibra de vidro), fabricados através do processo de pultrusão, especialmente indicado para ambientes quimicamente agressivos como: indústrias de papel e celulose, estações de tratamento de água e efluentes, fertilizantes, ambientes offshore, óleo e gás, petroquímica, mineração entre outros.

Os guarda-corpos da Tech Composites são fabricados no perfil quadrado ou redondo (ambos de 2″), com passa-mão em perfil U, barras intermediárias e rodapés e sapatas pultrudadas, de acordo com as especificações de projeto do cliente. Pode ser instalado em planos retos, trechos inclinados (escadas inclinadas), curvados ou em topo de tanques.

Guarda-corpo em fibra de vidro

Guarda-corpo em fibra de vidro da Tech Composites

Os materiais em fibra de vidro são conhecidos mundialmente pela alta resistência a ambientes corrosivos, pela leveza, baixa manutenção, alta resistência química e mecânica além da durabilidade longa. Atendendo a NR-12 e ABNT NBR 15708-2:2011 os guarda-corpos em fibra da Tech Composites são de fácil instalação, alta resistência mecânica, não conduzem eletricidade, não enferrujam e não é um material corrosivo.

Além de guarda-corpo (parapeito) em PRFV (fibra de vidro) a Tech Composites dispõe de grades de piso injetadas, grades de piso montadas, escada-marinheiro, escadas inclinadas, passarela em fibra de vidro, estruturas verticais, leitos, eletrocalhas e acessórios em PRFV, grade de proteção para correia transportadora, tampas para estações de água e efluentes.

 

Utilização da Fibra de Vidro como Isolante e Reforço para Estruturas

A fibra de vidro vem sendo utilizada em diversos ambientes industriais, como por exemplo, industrias de Óleo e Gás, Petroquímica, Siderurgia, Alimentícia, Offshore entre outros setores, que necessitam de um material com as propriedades que a fibra pode oferecer. Neste artigo, falaremos sobre a utilização da Fibra de Vidro como Isolante e Reforço para Estruturas. 

Uma das aplicações que a fibra vem se destacando e evoluindo constantemente é no isolamento, vedação e reforço estrutural em equipamentos e tubulações que trabalham com altas temperaturas. Com a utilização deste material existe uma grande economia de recursos, pois realizando a vedação e reforço com a fibra de vidro, por exemplo, em tubulações de trocadores de calor, é evitado a troca destas tubulações, o serviço possui agilidade, economizando os tempos de paradas para manutenção e reparos, tendo casos onde se pode realizar o trabalho de aplicação da fibra sem a interrupção do funcionamento do equipamento e a vida útil do equipamento é melhorada.

Na Tech Composites, a principal fonte de matéria-prima utilizada em seus produtos é fibra de vidro, onde se busca utilizar das propriedades deste material juntamente com a qualidade na prestação de serviços ofertados visando a satisfação de seus clientes.

A Tech Composites trabalha com produtos produzidos em PRFV (Fibra de vidro) especialmente desenvolvidos para ambientes com agressividade química como: Guarda- corpo, Grades de piso, Escadas Marinheiro, Escadas Inclinadas, Passarelas, Estruturas verticais, Tampas para Saneamento, Proteção para Correias Transportadoras e Material para Bandejamento (Leitos e Eletrocalhas).

Quer saber mais? Clique aqui e conheça nossa linha completa de produtos!

,

Aplicação da Fibra de Vidro na Aviação

O maior avião comercial de passageiros da história, AIRBUS A380, desenvolvido pela empresa Airbus S.A.A.(EADS Systems), foi criado buscando utilizar em sua fabricação os materiais mais modernos e confiáveis disponíveis no mercado, entre eles a Fibra de Vidro, o que torna o gigante avião mais leve, resistente e praticamente à prova de impactos com aves.

Aviação utiliza fibra de vidroAirbus A380 – O maior avião do mundo utilizou Fibra de Vidro na sua fabricação.

A Fibra de Vidro, combinada com demais materiais que possuem grande eficiência, como a fibra de carbono e finas laminas de alumínio, compuseram grande parte das superfícies traseiras de controle, parte superior da fuselagem e partes da asa, reduzindo consideravelmente o peso final da aeronave, permitindo que seu tamanho descomunal não prejudicasse seu desempenho e eficiência, além de proporcionar resistência à corrosão, ao fogo, à fadiga por excesso de uso e segurança aos equipamentos.

Gostou do nosso artigo sobre a Fibra de Vidro na aviação? Compartilhe!

A Tech Composites trabalha com produtos produzidos em PRFV (Fibra de vidro) especialmente desenvolvidos para ambientes com agressividade química como: Guarda- corpoGrades de pisoEscadas MarinheiroEscadas InclinadasPassarelasEstruturas verticais, Tampas para Saneamento, Proteção para Correias Transportadoras e Material para Bandejamento (Leitos e Eletrocalhas).

Quer saber mais? Clique aqui e conheça nossa linha completa de produtos!